domingo, 17 de abril de 2011

Falando de amor...



Já escrevi demais sobre os meus dias (à tôa) aqui no país do queijo suiço. Coisa repetitiva!
Hoje queria escrever sobre o "amor". Não sobre o amor de um homem e uma mulher, ou de uma mae com o seu filho. Queria falar sobre aquele "amor" que carregamos dentro . Sobre aquela vontade de se doar .Não, não é o amor fraternal. Sei là como chamar isto. Talvez ," amor à vida" e uma vontade imensa de compartilha-la com as pessoas...
Nem sempre fui muito feliz neste quesito. Talvez por que nao recebi muito "amor" quando eu era ainda uma menina, talvez por ter idealizado demais as pessoas e por consequência ter me decepcionado profundamente com elas, talvez por imaturidade, talvez por não saber perdoar. São tantos "talvez".
Hoje compreendo o "amor" de uma forma mais universal. Coisa estranha, mas é assim. Aliás, eu ando com um conceito de amor muito particular.
Não me sinto obrigada a amar mais a alguém pelo simples laço sanguineo, ou compromissos civis. O meu amor é entre "iguais". Entre pessoas que se respeitam, mesmo com todas as diferenças. Não me prendo mais em preocupações maternais (passou a fase da leoa) , mesmo por que mae preocupada è uma coisa e mae amorosa é outra bem diferente. Nem tenho mais o habito de ficar medindo a quantidade e a qualidade do "amor" que eu recebo dos outros. Cada um doa aquilo que tem dentro de si. O amor nao poderá jamais ser medido em quantidade.
Aprendi com o passar dos anos de que o amor è um sentimento que cura, e que doa-lo a quem está necessitado é um ato que nos fortalece muito interiormente. Tolerância e compreensão na dose certa e uma pitada de afetuosidade podem fazer grandes transformações em nossas vidas. E o principal...nunca espere que te amem tanto o quanto você ama, nem tão pouco que dure para sempre. Apenas ame, hoje.

4 comentários:

taisa maranhas disse...

nossa , texto lindo (: .
to te seguindo aqui , me segue la ? http://umamorparaaeternidade.blogspot.com . obrigada ! s2

Brenda disse...

Me seguee por favoor'
ameei seu blogger

Meiga Senhorita disse...

O Amor exite de várias maneiras e versões. Amar a vida ou a si mesmo já um grande passo para saber o verdadeiro significado destas quatro letrinhas. Parabéns pelo post.

http://rascunhosdapaixao.blogspot.com/

luccas disse...

Veii , q massa., com esse post , concerterza.. tereii mas entendimento sobre o amor., n so de pai e mae., amigos., namorados., e pessoas beem proximas.., mas siim um amor de fraternidade.!!!
bjos!

lucas santos