quarta-feira, 22 de março de 2017

Consulta ao dentista no Japão


Precisava relatar aqui a diferença entre ir ao dentista no Brasil e no Japão, portanto, decidi escrever mais um post sobre o assunto.

Muita gente não sabe , mas o atendimento nos consultorios dentários aqui no Japão é aquilo que eu chamo de "fast food" , fazendo uma analogia à rapidez e impessoalidade nos atendimentos.

Qualquer consultorio ou clinica dentária japonesa logo na recepção lembra mais um hospital do que um consultorio dentário. Muitas pessoas esperando atendimento.

As cadeiras de atendimento são enfileiradas e separadas por divisórias do tipo biombos. Toda clinica  tem mais de um profissional para atender a no minimo cinco pessoas ao mesmo tempo. Todo dentista tem uma assistente que serve mais como uma intermediária para que o dentista não gaste o seu tempo com detalhes desnecessários, como conversar com o paciente. Ele só vem para realmente executar o trabalho e logo em seguida começa o "ping-pong" odontolögico entre os demais pacientes . Não sei como eles não se confundem , entre um paciente e outro. As vezes , tenho a impressão de que estou dentro de uma fabrica , em uma linha de produção. Quanto maior a clinica, maior a equipe de atendentes e pacientes. Um entra e sai sem fim. Por esta questão, eu prefiro os consultorios menores. O atendimento é um pouco menos impessoal.

A minha mais nova experiência em clinicas dentárias japonesas foi para tirar um raio x ( rentoguen) panorâmico , que aqui eles chamam de "panorama x sen" , ou panorama rentoguen. Cheguei meia hora antes do horario marcado e só foram me atender com uma hora de atraso. A clinica estava lotada.

Logo na recepção tive que preencher um formulario de anaminese . A recepcionista me perguntou qual lingua eu sabia ler e me forneceu um formulario todo traduzido em português. Achei ótimo. Preenchi o formulario e fiquei aguardando. Estranhamente quando o relogio apontou 17:00 hs da tarde o atendimento começou a ficar extremamente rapido, assim como nos bancos quando começa a avançar a hora de encerrar o atendimento publico.

Me instalaram em uma salinha privada , um mini consultorio , separada dos outros pacientes que estavam sendo atendidos todos de uma vez só . Não sei se este é o procedimento usado na Clinica para atender estrangeiros porque brasileiros odeiam aquelas cadeiras enfileiradas.

A assistente japonesa era muito simpatica e fiquei a maior parte do tempo conversando com ela , o dentista ( super jovem) só apareceu para dar um breve parecer do meu raio x e logo foi atender outro paciente. Creio que haviam uns 3 dentistas ( chutando baixo) especialistas em implantodontia e mais de 10 assistentes.

O custo do meu raio x panoramico foi de 8.000 Ienes, cerca de 60 dolares ( sem seguro) e o orçamento da limpeza de tartaro ficou em media por 3.000 ienes. Se eu fizesse a limpeza do tartaro junto ,  o custo seria menor usando o seguro. Como a minha solicitação era apenas de tirar um raiox o seguro não cobriria.

Fiquei feliz em encontrar uma clinica com profissionais tao jovens e especializados em implantes dentarios e outros metodos mais avançados , como o uso de um aparelho 3D para finalização de obturações em cerâmica, mas...

Acabei de voltar do Brasil , onde fiquei em consulta por 20 dias no meu dentista , e de repente dar de cara com uma linha de produção odontológica me impressionou um pouco.

Fico aqui pensando se esta equipe imensa desta Clinica japonesa tem metas mensais a cumprir, assim como nas fabricas japonesas. Vai saber...


Nenhum comentário: