quarta-feira, 20 de março de 2013

Complexos


A mente humana é mesmo fantástica! Somos capazes de criar tantas fantasias, tanto para o bem como para o mal. Vai da escolha do freguês.
Frequentemente (não generalizando) , quando não tivemos uma boa base familiar a nossa mente tende a criar carências afetivas generalizadas que chegam a afetar a nossa auto-estima e as nossas  escolhas na vida. Ainda penso que a familia é a base de tudo. Sorte daqueles que nasceram em uma familia bem estruturada e amorosa. Quanto aos desafortunados de uma boa base familiar, o jeito é tentar se curar sozinho. Ninguém pode nos curar dos nossos traumas e complexos a não ser nós mesmos. O autoconhecimento é uma ótima ferramenta para começar tal cura. Ninguém pode se curar de sí mesmo se ainda não se conhece , ou não se enxerga como tal. Conhecer melhor a sí mesmo ajuda a compreender o outro. Não seremos jamais capazes de entender o outro se ainda não entendemos a nós mesmos. É tão simples quanto andar de bicicleta, no começo è dificil encontrar um equilíbrio, sobre aquilo que cremos e os fatos reais, mas com o passar do tempo começamos a entender a causa de nossos traumas e os porquês? Com o tempo e muita reflexão, começamos a perceber que a culpa que atribuiamos aos outros, a má sorte , ao destino ou a vida, eram apenas reflexos da nossa mente doentia , e aquilo que se apresentava em nossas vidas eram apenas reflexos da mesma. Não quero aqui estar afirmando que tudo na vida é apenas reflexo da nossa mente, claro que existem situações na vida que nos causam dor, traumas, carências e tudo mais. Oque quero enfatizar aqui é que independente das experiências que provamos na vida, a nossa postura em relação a ela é primordial.
Somos capazes de nos curarmos , desde que, partamos do princípio de que a cura vem através do autoconhecimento. Você já se questionou hoje? A quanto anda o seu nível crítico em relação a sí mesmo e em relação as pessoas que te cercam?
Nào exija dos outros aquilo que só você pode fazer por sí mesmo! Não espere suprir as suas carências com o afeto e a compreensão externa. Conheça a si mesmo. Ame a sí mesmo!

2 comentários:

Julio Cezar D Ramos disse...

Olá Camila, beleza? no fundo a gente sabe disso mas na hora que bate de frente com as situações é difícil lembrar de tudo...somos meros mortais...todo esse controle emocional leva tempo..hehe, o melhor é viver solo..

Viajante disse...

Tem razao, Julio Cezar! Mais facil viver solo, mas ninguem consegue viver bem sozinho pro resto da vida ! soh monge...rs
A meditação e o autoconhecimento ajudam bem a encontrar um pouco de equilibrio interno. Controlar emoções demais tambem nao eh bom, temos que ser aquilo que somos! O bom mesmo eh procurar manter sempre o bom humor e rir de sí mesmo até quando temos motivos sucifientes para reclamar da vida! E capricorniano reclama heim!!! Jesuissss!